sábado, 3 de setembro de 2011

“O concreto é o material industrial mais consumido pelo homem”

ABCIC DEBATE TECNOLOGIA DE PONTA E SUSTENTABILIDADE

TEXTURACONCRETO_thumb6

Enio Pazini Figueiredo e Paulo Helene. “O concreto é o material industrial mais consumido pelo homem”, informou Helene. Para ele, o melhor caminho para o desenvolvimento sustentado da indústria do concreto é o da consciência de que é necessário caminhar, permanentemente, em direção a alternativas mais sustentáveis do que as utilizadas atualmente, vislumbrando-se as seguintes principais opções, perfeitamente alinhadas com o ambiente industrial que é bastante favorável à racionalização:
• Reduzir o consumo de recursos naturais, de energia e o volume de emissão de gases estufa para a fabricação das matérias-primas das estruturas de concreto. Ou seja, trabalhar no cimento, nos agregados, na água, nos aditivos, na fabricação das armaduras (aço) e no consumo de madeira ou chapas de aço para fôrmas;
• Empregar agregados reciclados na produção dos concretos;
• Empregar concretos de alta resistência e de vida útil elevada;
• Empregar concretos auto-adensáveis de alto desempenho;
Entre os dados apresentados, extraídos de um relatório do Reino Unido (2010), merece destaque a produção de resíduos: enquanto o concreto pré-moldado gera 5kg de resíduos por tonelada produzida, o concreto produzido em central gera 10 kg/t e o concreto produzido no próprio canteiro 40kg/t. Essa informação, aliada a outros aspectos de preservação ambiental, como o consumo de recursos naturais e emissões de CO2, foram destaque na palestra de Helene, reforçando a necessidade de rever conceitos de especificação e projeto, afim de que se produzam obras sustentáveis também no sentido estético, funcionais e de vida útil cada vez mais elevada.

Eng. Paulo Helene, Prof. Titular , Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e Diretor da PHD Engenharia Ltda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário