sábado, 31 de janeiro de 2009

Ventura Tower - Construções verdes no Cidades e Soluções

Reportagem de André Trigueiro sobre edifícios certificados e do Ventura .


  • Ventura Corporate Towers
    A edificação, que começou a ser implantada no final de 2006 e foi desenvolvida em parceria pela norte-americana Tishman Speyer e pela brasileira Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário, ocupará terreno em frente da Catedral Metropolitana. O entorno, onde também se situam os edifícios da Petrobrás e do BNDES, recebeu da sagaz verve carioca o apelido de Triângulo das Bermudas. No último grande terreno disponível no local, os empreendedores pretendem investir 450 milhões de reais.A construção é nova, o projeto nem tanto. Ele foi desenvolvido em 2001, pelos escritórios Aflalo & Gasperini Arquitetos (Brasil) e Kohn Pedersen Fox Associates (EUA). Eles criaram duas torres de 36 andares cada uma, com lobby de nove metros de pé-direito. Na base, haverá lojas, restaurantes, cafés e outros serviços, além de um centro de convenções para 200 pessoas.


  • O Ventura possui qualidades únicas, como localização privilegiada e fácil acesso, lajes de 1600 m² e paisagismo integrado entre as torres e o entorno do projeto. Último grande terreno no centro do Rio de Janeiro, em plena Rua Chile, de 8.500 metros quadrados, terá 36 andares em cada torre. Ao todo, serão 102 mil metros quadrados de área locável e área livre de 14 metros, garantindo ampla iluminação natural.
    As duas torres de 36 andares cada do Ventura terão o que há de mais avançado em infra-estrutura, em termos de sistemas de elevadores, instalações elétricas, hidráulicas e ar condicionado. Cinco pisos de subsolo e um prédio de cinco andares localizado atrás do complexo oferecerão mais de 1,5 mil vagas de estacionamento

  • O Cidades e Soluções já mostrou como o chamado greenbuilding, ou construção sustentável, já abriu espaços importantes nos mercados da Europa e Estados Unidos. Agora chegou a vez de mostrar o que acontece por aqui no Brasil.

    Visitamos o primeiro prédio verde certificado do Rio de Janeiro, inaugurado esta semana no centro da cidade. Economia de água e energia, elevadores inteligentes, reuso de água de chuva, recuperação do entulho são algumas das inovações promovidas neste prédio de 34 andares que custou apenas 5% a mais por conta dessas inovações. Esses custos extras deverão ser amortizados em 3 ou 4 anos, assegurando uma economia expressiva de recursos na manutenção para o resto da vida.

  • Vejam esta reportagem e outras do Jornalista André Trigueiro que ajuda e muito a difundir a sustentabilidade no Brasil.


http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM889226-7823-O+CONCEITO+DE+CONSTRUCAO+SUSTENTAVEL+ESTA+REVOLUCIONANDO+A+CONSTRUCAO+CIVIL+DO+MUNDO,00.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário